quarta-feira, outubro 21

Hipocrisia Cristã

Eu estudo (quando digo "estudo", quero dizer que freqüento) em um colégio de cunho religioso, para ser mais exato é um lugar onde a maioria é protestante, chama-se Colégio Batista, uma boa escola aqui de Fortaleza onde fiz bons amigos. Na minha classe sou o único ateu, quando descobriram isso realmente fiquei com medo, pensei: "pronto, agora vão me queimar na fogueira!", afinal, eu deveria ser o primeiro ateu que eles viram com os próprios olhos, um animal raro que apenas se ouvia falar em livros de filosofia. Lembro-me como se fosse hoje a rodinha que fizeram, me cercando e me bombardeando de perguntas. Mas isso não vem ao caso.

Uma das primeiras hipocrisias que devo constar aqui é o respeito. Eu respeito as pessoas e gosto de ser respeitado. Não tenho nada a ver com a crença dos outros, por mais absurda que seja, mas também gostaria que alguns crentes não se importassem com a minha descrença. Minha fase de ficar procurando argumentar ao menor sinal de insinuação religiosa passou, hoje prefiro nem discutir para não fazer alarde.

Não fico por aí dizendo que sou ateu, mas se me perguntam em que acredito não vou mentir. Mas aí vem as aulas de teologia que me matam (de rir). Já me segurei várias vezes para não rir enquanto me contavam a história do apocalipse segundo a bíblia, numa inútil tentativa de me converter. Céus, eu não fico por aí falando sobre Darwin ou Nietzsche a qualquer estranho. E, se eu começar a falar e a indagar a religião alheia começam a me chamar de desrespeitoso, blasfemador e que não tenho direito de falar. Mas eu preciso ficar ouvindo sermões ridículos e acreditar que o chato só quer o meu bem e está pensando na minha salvação. Haja paciência!

Pior é quando estamos a discutir um assunto qualquer, sem ter muito a ver com religião e perdemos a razão por nossa descrença. Aí é que mata de raiva mesmo. Um exemplo é quando se discutia sobre o amor em sala de aula, perguntando se havia tipos diferentes de amor. Eu disse que não havia, que o sentimento era único, o que poderia mudar era a forma de expressar. Aí a religiosa falou que existe três tipos de amor: divino, carnal e familiar. Eu mantive a minha teoria de que o amor era único, então veio a pergunta: "você acredita em Deus?", "não", respondi, "então cale a boca". Quanta maturidade, hein?

Enfim, este é apenas o primeiro de muitos tópicos, espero que tenham gotado.

Abraços e que o nada vos abençoe!!!

21 comentários:

dandharamorais (: disse...

você escreve BEM DEMAIS..fico inconformada com isso :)
e é incrivel, que num colégio cristão o desrespeito rola solto..

Capitão Estrelar disse...

Esse é o preconceito gerado pelo nosso silêncio amigo, recomendo ver o vídeo "Gatinha Atéia" no youtube. Abraços ateístas ^^

TAIS MOREIRA disse...

Bom..Eu tb su contra esse negócio de quererem "converter as pessoas na marra, acho que isso é um absurdo.Cada um tem a sua crença,a sua opinião.Eu sou Católica mas respeito todas as religiões (desde que não desrepeitem a minha, claro) e até os ateus. Cada um é cada um e cab a cada um de nós respeitarmos as opiniões alheia, né?hehe
Valeu por comentar no meu blog.
Beijos

Bruno disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno Bessa disse...

Adorei seu blog Pedro. Inteligente, LOGICO e claro. Acho interessante como algumas pessoas "em cima da cerca" reagem a palavra ATEU! kkk Tais Moreira acima diz: "...respeito todas as religioes... ...e ate os ateus." kkkk Como assim? Os ateus sao violentos, diferentes, perigosos? Monstros talvez? Por que "ate os ateus"? Daqui a alguns anos quando a cabeca da galera avancar um pouco mais creio que os ateus ou, como deveriam ser chamados, REALISTAS, seram menos confudidos com os montros dos contos de fadas... Abracao!

Fernanda disse...

Tbm odeio essas pessoa que não aceitam que você seja ateu. Minha escola é tão ridícula que um aluno tomu suspensão por não ter aceitado tirar o boné durante a hora da oração. O fato é que ele era ateu e não devia respeito alguma ao horário da oração. A maior parte da minha sala - quer dizer todos da minha sala - são cristãos e ficam tentando me converter, me levar para a igreja de sei o que lá do reino de Deus. Tentando me fazer aceitar Jesus ¬¬. Odeio essa sociedade hipócrita e conservalista que se mantem estruturada numa crença sem pé nem cabeça e ainda ficam tentando me fazer acreditar na mesma lambança sem sentido que nem eles. Eu nunca, nunca mesmo critiquei a fé deles e eles ficam me falando coisas como você vai para o inferno e sei lá o que. Por Jesus(haha) se eu não acredito em Deus vou lá acreditar no inferno? Tenho uma amiga que é católica e ainda sim não fica tentando mudar minha opnião. É o tipo de pessoa que sabe respeitar cada pessoa como ela é. Por que todos não podiam ser assim? Minha vida ficaria bem melhor. bjos, adorei o post.

palavras ao vento disse...

religião sempre vai ser um assunto polemico...

Tio Ryan disse...

sdafsfdsfaeawe

Yarn disse...

Esse post é um erro. Não, não, esse blog inteiro é um erro. Você pelo menos LÊ o que escreveu antes de postar, caro Pedro? Mas divago. Destaco pontos.

"Minha fase de ficar procurando argumentar ao menor sinal de insinuação religiosa passou, hoje prefiro nem discutir para não fazer alarde."

Cara, tipo, QUÊ? Esse blog INTEIRO é uma discussão. Veja a porra DESSE vídeo que você fez. ( http://www.youtube.com/watch?v=nu9NOQBq6Yw ), contradizendo suas próprias palavras menos de uma semana depois.

Você pede respeito. Não compreendo. Você próprio citou nesse post que se segura para não rir das aulas de teologia. Isso é respeitar? Olhe bem a contradição que você faz no vídeo que eu colei ali em cima. Tu dizes que tua doutrina moral é "viva e deixe viver", entretanto no final do vídeo você fala claramente para os ateus se unirem.. se unirem contra o quê? Onde está sua doutrina moral? Deixe os cristãos viverem.

Você me envergonha, rapaz. Me envergonha porque eu sou ateu. Mas eu não fico com essas viadagens. Teus discursos são tão fracos que fico com vergonha alheia. Deixe quem é cristão em paz. Você NÃO vai convencer ninguém, apenas fazer papel de ridículo. Um desocupado.

Vai viver. Sério. Pára se tentar botar os teus argumentos escrotos na internet, no único espaço que te aceitaria.

Pedro Sombra disse...

Bem, companheiro Yarn, vamos lá. Não pretendo fazer do blog uma discussão, apenas escrever o que penso e postar. E, no caso de os ateus se unirem, digo isso contra o preconceito que sofremos atualmente. E, por exemplo, já sofri este tipo de preconceito. E se me seguro para não rir das aulas de teologia que colegas me dão, é por respeito. Se eu não respeitasse iria rir da cara dele. E, como já disse, minha fase de discutir o assunto com religiosos já passou. E sigo o que disse: "viva e deixe viver", como eu já disse e repito, não fico espalhando por aí que sou ateu, mas, se me perguntarem, eu não vou mentir e vou afirmar com orgulho a minha descrença, evitando discutir. Agora, eu posto meus desabafos aqui no blog por algo que você disse e que tem razão: é o único lugar que eu tenho liberdade de falar abertamente sem um bando de religiosos jogando pedras em mim.

E eis um bom motivo para não discutir com religiosos: eles são felizes por acreditarem que terão uma recompensa após a morte porque ele foram "bons cristãos". Fico feliz com a felicidade dele até o ponto em que eles vêm tentando me converter.

Mais uma vez, obrigado pelas críticas construtivas.

Yarn disse...

Cala a boca, cara. Tu é a hipocrisia em pessoa. Chama a bíblia de "porra" com a maior frieza no vídeo. Aposto que tem um preconceito no fundo da tua mente contra os teístas, também. Aposto que alimentas.

A internet tá cheia de uma cambadinha como você. Quando me refiro a internet ser seu único espaço aproveitável, me refiro exatamente ao fato que ninguém te suportaria falando tanta abobrinha, sendo tão hipócrita, TÃO abertamente.

São essas coisas, como essa sua frieza em relação a bíblia, que me fazem concluir que você REALMENTE deve alimentar uma falta de respeito dentro de você. Recomendo fortemente que você mude o título do blog, faço uma recomendação "minha hipocrisia". Cai como uma luva.

Pedro Sombra disse...

Como eu disse no vídeo, respeito religiosos, não religião. E não respeito a bíblia, se você adora tanto tal livro tome-o como guia moral.

Yarn disse...

Ou seja, você é um hipócrita. Eu não preciso nem me esforçar pra mostrar como você é estúpido, teu próprio comentário já mostra a tua arrogância e hipocrisia. A bíblia tem partes ruins e partes boas, eu já especifiquei isso, mas parece que você tem problemas de interpretação textual. Se coisas como "Não oprima o seu próximo" (Levítico 25:17) e "Ouve a teu pai, que te gerou, e não desprezes a tua mãe, quando vier a envelhecer." (Provérbios 23:22) são material ruim, então te recomendo fortemente que vá fazer algum exame pra procurar por algum tumor na área de processamento do seu cérebro.

Você tem uma cara de fanático desgraçada. DESISTA.

Pedro Sombra disse...

Amigão, acho que estes conceitos de respeitar o próximo e respeitar pai e mãe (apesar de alguns pais não merecerem) são um senso comum que vem muito antes da Bíblia. E quem tá parecendo fanático (religioso) é você, malz aê. Carpe diem, baby! ;*

Yarn disse...

ÓBVIO que são conceitos de bom senso. Isso não quer dizer que deixa de ser bom material, quando que eu falei que foi a bíblia que começou a gerar a idéia de que devemos honrar nossos pais?

Aliás, QUALQUER bom material da bíblia vem de bom senso, não é necessário lê-la para descobrir essas coisas.

Aí você fica aí, butthurt, me chamando de fanático. Só que eu sou um ateu muito mais esperto que você, que é imbecil e não sabe ler. Vai estudar, depois pensa em criar blogzinho.

Pedro Sombra disse...

Então se é de bom senso, coisas adotadas até de outras religiões, não é original da bíblia. Original da bíblia é matar jovens rebeldes e fazê0los de exemplo, apenas por desobedecerem os pais.

Ah, e cara, queria muito te agradecer pelo apoio ao blog, acho que você é a única pessoa que acessa diariamente... muito obrigado pelo apoio! =D

Yarn disse...

SURPRESINHA PRA VOCÊ: Matar jovens rebeldes também não é original da bíblia. E só porque as coisas boas não são originais da bíblia, não significa que colocar bom material nela seja errado ou irrelevante. Não percebeu isso ainda?

E não se preocupe, não precisa me agradecer, adoro entrar aqui pra te detonar, otário. o.o

Pedro Sombra disse...

Depois sou eu quem não tem mais o que fazer...

Yarn disse...

Se divertir não é perda de tempo, lol. o_o como hedonista você deveria saber disso. What a shame.

Pedro Sombra disse...

Se você acha divertido, então pode continuar. Sei que meu prazer está sem sex and drugs... Quem me dera ter uma vodka agora pra esquentar a garganta... odeio ser obrigado a passar final de semana em casa.

Guilherme Luis disse...

discussão nos comentários, êeeeeeeeee
adoro isso =)